NOSSOS VIDEOS

Loading...

terça-feira, 28 de junho de 2011

ANÁLISE DA SEMANA: Quanto custa o São João - A Festa do Interior ?


Amargosa, Santo Antonio de Jesus, Senhor do Bomfim, hoje não configuram sozinhas como cidades baianas com grande chamamento para a grande festa do interior: São João.
Salvador se esvazia, todos procuram seu lugar pra dançar, beber licor, entre tantas outras bebidas, comer um milhinho assado, bolos, etc e muitos decidem para onde ir em função dos atrativos locais. Atrativos nesta época não são as belezas naturais ou roteiros turísticos. São as grandes bandas musicais, cantores e cantoras e as badaladas festas de camisa, que se multiplicam interior a fora.
A econômia do interior se movimenta, até inflaciona com a demanda, tudo que se consome até dobra de preço. Os alugueis que se recebem este ano, no seguinte servem para aumentar os comodos da casa ou reformá-la, as frutas e verduras, dobram o preço e o feirante enche seu bolso de lucro, as lojas de roupas ficam lotadas pois o caipira quer ficar com cara de urbano e o urbano quer ficar com cara de caipira, então tudo se vende e a qualquer preço. Os patrocinadores despejam dinheiro nas Prefeituras e sabe-se lá o tamanho desta conta e como é feito o trânsito disso. Como são os contratos dos patrocinadores, prefeituras e contratados ? Quanto cabe as prefeituras ? Quanto sai ou entra nos cofres públicos ? Tudo tem um preço.
Somente para se ter uma idéia dos valores dos atrativos musicais, foi publicado dia 17 de junho, no Jornal da Metropole, alguns valores de referência. Vejamos:

Cruz das Almas:
César Menotti & Fabiano – R$ 160 mil
Calypso – R$ 120 mil
Pablo do Arrocha – R$ 30 mil
Estakazero – R$ 75 mil
Alcymar Monteiro – R$ 60 mil
Rasga Tanga – R$ 25 mil
Virgílio – R$ 25 mil
Michel Teló – R$ 160 mil
Acarajé com Camarão – R$ 20 mil
Lui Muritiba – R$ 12 mil
Santana “O Cantador” – R$ 50 mil
Total: R$ 737 mil


São Gonçalo dos Campos:
Oito7Nove4 – R$ 20 mil
Harmonia do Samba – R$ 60 mil
Aviões do Forró – R$ 200 mil
Arreio de Ouro – R$ 60 mil
César Menotti & Fabiano – R$ 160 mil
Adelmário Coelho – R$ 60 mil
Jau – R$ 50 mil
Luan Santana – R$ 500 mil
Total: R$ 1,110 milhão


Conceição de Jacuípe (Berimbau):
Colher de Pau – R$ 50 mil
Paula Fernandes – R$ 150 mil
Psirico – R$ 60 mil
Kiko e Jeane – R$ 40 mil
Flávio José – R$ 80 mil
Silvano Sales – R$ 25 mil
Harmonia do Samba – R$ 60 mil
Tio Barnabé – R$ 25 mil
Calcinha Preta – R$ 80 mil
Saia Rodada – R$ 60 mil
Targino Gondim – R$ 30 mil
Total: R$ 830 mil

Hoje ainda pela manhã, uma rádio local aprovava o gasto municipal de S. Francico do Conde R$ 6 milhões. Mudei de estação e a outra estava condenando o feito sob alegação de prioridades como saneamento, saúde, educação, entre outros ainda estarem a desejar no município.

Muito há de se considerar, sem menosprezar a importância da festa para cada município e para seus cidadãos, mas não podemos deixar de pensar ou lembrar, de questionar mesmo, porque Prefeitos e Vereadores investem tanto dinheiro em suas candidaturas ?!?! Há de se imaginar que este investimento tem retorno.

Na poeira do arrastapé, quem dança é o povo!

quinta-feira, 16 de junho de 2011

ESPIRITUALIDADE: Luz Sublime


Guarda contigo a fé por luz sublime,
Constantemente acesa trilha afora,
Que nada te detenha ou desanime,
No esforço de servir que te aprimora.

O sofrimento é benção que redime,
Valoroso cinzel ferindo embora,
E fardo que sustentas, se te oprime,
É o generoso apoio que te escora.

Recorda o Mestre Amado e continua
Plantando amor na gleba triste e nua,
Dos corações crivados de amargores...
E encontrarás ao termo dos teus passos
O Cristo que, a sorrir, te estende os braços,
Do seu Reino de excelsos resplendores!

Médium: Francisco Cândido Xavier

FONTE: JORNAL VÓRTICE

CIDADÂNIA E JUSTIÇA: O direito de ir e vir barrado pelos pedágios

Entre os diversos trabalhos apresentados, um deles causou polêmica entre
os participantes. "A Inconstitucionalidade dos Pedágios", desenvolvido
pela aluna do 9º semestre de Direito da Universidade Católica de Pelotas
(UCPel) Márcia dos Santos Silva chocou, impressionou e orientou os
presentes.

A jovem de 22 anos apresentou o "Direito fundamental de ir e vir" nas
estradas do Brasil. Ela, que mora em Pelotas, conta que, para vir a Rio
Grande apresentar seu trabalho no congresso, não pagou pedágio e, na
volta, faria o mesmo.Causando surpresa nos participantes, ela fundamentou
seus atos durante a apresentação.

Márcia explica que na Constituição Federal de 1988, Título II, dos
"Direitos e Garantias Fundamentais", o artigo 5 diz o seguinte: "Todos são
iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se
aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do
direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade" E
no inciso XV do artigo: "é livre a locomoção no território nacional em
tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele
entrar,permanecer ou dele sair com seus bens". A jovem acrescenta que "o
direito de ir e vir é cláusula pétrea na Constituição Federal, o que
significa dizer que não é possível violar esse direito. E ainda que todo o
brasileiro tem livre acesso em todo o território nacional. O que também
quer dizer que o pedágio vai contra a constituição".

Segundo Márcia, as estradas não são vendáveis. E o que acontece é que
concessionárias de pedágios realiza contratos com o governo Estadual de
investir no melhoramento dessas rodovias e cobram o pedágio para
ressarcir os gastos. No entanto, no valor da gasolina é incluído o imposto
de Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide), e parte dele é
destinado às estradas. "No momento que abasteço meu carro, estou pagando o
pedágio. Não é necessário eu pagar novamente. Só quero exercer meu
direito, a estrada é um bem público e não é justo eu pagar por um bem que
já é meu também", enfatiza.

A estudante explicou maneiras e mostrou um vídeo que ensinava a passar nos
pedágio sem precisar pagar. "Ou você pode passar atrás de algum carro que
tenha parado. Ou ainda passa direto. A cancela, que barra os carros é de
plástico, não quebra, e quando o carro passa por ali ela abre.

Não tem perigo algum e não arranha o carro", conta ela, que diz fazer isso
sempre que viaja. Após a apresentação, questionamentos não faltaram. Quem
assistia ficava curioso em saber se o ato não estaria infringindo alguma
lei, se poderia gerar multa, ou ainda se quem fizesse isso não estaria
destruindo o patrimônio alheio. As respostas foram claras. Segundo Márcia,
juridicamente não há lei que permita a utilização de pedágios em estradas
brasileiras.

Quanto a ser um patrimônio alheio, o fato, explica ela, é que o pedágio e
a cancela estão no meio do caminho onde os carros precisam passar e, até
então, ela nunca viu cancelas ou pedágios ficarem danificados. Márcia
também conta que uma vez foi parada pela Polícia Rodoviária, e um guarda
disse que iria acompanhá-la para pagar o pedágio. "Eu perguntei ao
policial se ele prestava algum serviço para a concessionária ou ao Estado.
Afinal, um policial rodoviário trabalha para o Estado ou para o governo
Federal e deve cuidar da segurança nas estradas. Já a empresa de pedágios,
é privada, ou seja, não tem nada a ver uma coisa com a outra", Acrescenta.

Ela defende ainda que os preços são iguais para pessoas de baixa renda,
que possuem carros menores, e para quem tem um poder aquisitivo maior e
automóveis melhores, alegando que muita gente não possui condições para
gastar tanto com pedágios. Ela garante também que o Estado está negando um
direito da sociedade. "Não há o que defender ou explicar. A constituição é
clara quando diz que todos nós temos o direito de ir e vir em todas as
estradas do território nacional", conclui.


FONTE: JORNAL AGORA

quinta-feira, 9 de junho de 2011

HOMENAGEM CAIPIRA PRA MINHA NAMORADA

Ocê é o colírio du meu ôiu.
É o chicrete garrado na minha carça dins.
É a mairionese du meu pão.
É o cisco nu meu ôiu (i no ôtro oiu - eu tenho dois).
O rechei du meu biscoito.
A masstumate du meu macarrão.

Nossinhora!
Gosdimais da conta docê, uai.

Ocê é tamém:
O videperfume da minha pintiadêra.
O dentifriço da minha iscovdidente.

Óiprocevê,
Quem tem amigossim, tem um tisôru!

Ieu guárdesse tisouro, com todu carinho ,
Du lado isquerdupeito !!!
Dentro do meu Coração!!!

AMO ocê, uai!!!

CIDADÂNIA E JUSTIÇA: Dia dos Namorados: tributos podem representar mais de 78% do preço do presente


A lista dos presentes mais cotados para o Dia dos Namorados também faz a alegria do Leão. Isso porque, na hora de comprá-los, os apaixonados esquecem que em um simples buquê de flores ou mesmo nos tradicionais bombons há incidência de tributos. Por isso, antes de fazer a escolha, é interessante saber qual o percentual que incide sobre cada produto.

De acordo com levantamento do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), a tributação máxima incide sobre o perfume importado é de 78,43%. Considerando a média de preço de R$ 150, mais de R$ 117 vão para os cofres públicos.

Já quem quiser presentear com um perfume nacional desembolsa um pouco menos com os tributos, mas o item também aparece entre os primeiros da lista, com 69,13% de incidência. Por outro lado, o livro é a opção com a menor carga tributária, que, graças a incentivos fiscais, chega a 15,52%.

Mais alternativas
Roupas, sapatos e joias costumam estar entre os campeões da preferência dos casais e apresentam uma tributação menor do que os perfumes. No primeiro caso, o total chega a 34,67% e, no segundo, a 36,17%. As joias, por sua vez, têm mais da metade do seu preço destinada aos tributos (50,44%).

Os eletrônicos também são citados com bastante frequência pelos enamorados, com destaque para os celulares, que carregam 39,8% de tributos. Até mesmo na compra de um cartão para não deixar a data passar em branco, o consumidor depara-se com um percentual de 37,48%

“Com a alta incidência da tributação no consumo de produtos, demonstrar o amor no Dia dos Namorados se torna extremamente caro, o que muitas vezes impede que o consumidor brasileiro compre o que realmente deseja”, destaca o presidente do IBPT, João Eloi Olenike.

Fonte: INSTITUTO DE ESTUDOS DE DIREITOS DOS CONTRIBUINTES

SAÚDE: 12 conselhos para se ter um infarto feliz!


por Dr. Ernesto Artur - Cardiologista

Quando publiquei estes conselhos 'amigos-da-onça' em meu site, recebi uma enxurrada de e-mails, até mesmo do exterior, dizendo que isto lhes serviu de alerta, pois muitos estavam adotando esse tipo de vida inconscientemente.

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo.

As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes..

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro. (e ferro , enferruja!!. .rs)

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado.. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo.

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.

Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens.


Duvido que voce não tenha um belo infarto se seguir os conselhos acima!!!


IMPORTANTE:


OS ATAQUES DE CORAÇÃO

Uma nota importante sobre os ataques cardíacos..
Há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo. Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes.

Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, não se levantaram... Mas a dor no peito, pode acordá-lo dum sono profundo.

Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um bocadinho de água. Ligue para Emergência (192, 193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro.. NÃO SE DEITE !!!!

terça-feira, 7 de junho de 2011

UM DIA ESPECIAL: Meu Aniversário

Hoje é um dia especial. É meu aniversário. Acordo e agradeço imensamente a Deus pelo seu amor sobre mim. Agradeço por todos os momentos de minha vida, por tudo que tenho, que passei, pelas pessoas que me cercam, pela oportunidade que tenho todos os dias de melhorar, de evoluir, de conhecer. Todos os bons momentos e momentos difíceis me fizeram melhor. Agradeço por acordar e saber que sou muito amado. Acordo com um susurro leve e suave de minha Esposa docemente ao meu ouvido dizendo: "Parábens meu Marido Lindo, eu te amo". Logo seguido pelas alegrias de minhas três filhas que me emocionam com um amor puro, sincero, verdadeiro. Até a guardiã de nossa casa, que zela pelo nosso lar com muito esmero, mas robusta de raíz e cara amarrada, me sorriu e logo depois me mandou a seguinte mensagem "se alguem disser que vc nunca fez nada de importante, não ligue, o mais importante já foi feito, você!". Caramba! Que surpresa legal! Minhas Cunhadas e Cunhados, que só fizeram crescer minha familia, que bom tê-los no rol das pessoas que amo e com declaradas reciprocidade. Aí vem meus sobrinhos lindos, que são além de muito bonitos, extremamente atenciosos, educados, humildes. Que bom que voces existem! Depois vem as inúmeras ligações dos amigos, alguns que trazemos da infância, que fazem voltar a nossa memória páginas passadas, mas que escritas, jamais serão apagadas. Hoje refizemos algumas leituras destas páginas que de forma emocionada me fez lembrar minha jornada. Outros amigos que ao longo desta jornada também já me ligaram ou mandaram suas mensagens. Aliás, minha jornada é um Caminho de Luz, pois coleciono tãos bons amigos, amados amigos, amigos de luz. Uns eu até vejo, outros não, mas sei que me acompanham onde quer que estejam.
E Minha Família hein ?!?! Que coisa boa é esta gente toda. Que confusão gostosa é uma família grande, que faz dos problemas uma graça, que faz de um enterro, um encontro em meio a uma despedida, que não se cabe em assuntos e alegrias quando junta está, que vive os problemas juntos, mesmo que separados, QUE SE AMA MESMO! Meu Pai, in memoriam, sujeito conservador, sério, inteligente, sisudo, mas que muito deixou de carinho e educação para seus filhos. Saudade Véi...! Minha Mãezinha, que maravilha! Nos ensina até hoje a perseverança, a humildade, o amor ao próximo, o bem estar e as boas condutas morais. Tudo com alegria! Que bom é ser seu filho.
E Minha Sogra, que felicidade ! Taí outra que me ama e que amo demais. As vezes até acho que o filho dela sou eu e não minha Amada Esposa. E meus amigos do trabalho, que se misturam entre os que labutam em nosso escritório, os fornecedores, os clientes, os porteiros, os auxiliares, ... quanta gente boa. Olha! O que desejo de melhor pra mim, quero pra vocês também ! E os que me promoveram ... lugar reservado eternamente pra voces. Talvez não saibam o tamanho da gratidão e afeto que temos, um por outro. É uma relação que tem muita história, lá se vão 25 anos.
E lá no Condomínio... não sei não, onde chegamos somos cercados de gente boa, gente que se respeita, que se quer bem, que acolhemos em nossos corações e que de igual forma nos acolhe.
Poderia aqui muito participar o quanto, sem qualquer vergonha de dizer, AMO e SOU AMADO. Ahhh! Como é bom amar e ser amado, como é bom estar cercado de tanta gente boa, como é bom chegar aos 43 anos abençoado por tê-los ao meu lado. Obrigado por fazerem parte de parte minha vida!
Obrigado!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

PENSAMENTO DO DIA: A ratoeira


Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote.
Pensou logo no tipo de comida que haveria ali.
Ao descobrir que era ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos:
- Há ratoeira na casa, ratoeira na casa !!
A galinha:
- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi até o porco e:

- Há ratoeira na casa, ratoeira !
- Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranqüilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.
O rato dirigiu-se à vaca e:

- Há ratoeira na casa!
- O que? Ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!
Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira.

Naquela noite, ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima.. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não percebeu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher...

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital.
Ela voltou com febre.
Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha.
O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal.

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou morrendo.

Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo.
Moral da História:
Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco.

O problema de um é problema de todos!

(por email de Albino Ramos)

sexta-feira, 3 de junho de 2011

REFLEXÃO: Perigos do mundo


"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer."

(Albert Eistein)

quinta-feira, 2 de junho de 2011

MINHA BAHIA: O Elevador Lacerda


Foi construído pelo engenheiro Augusto Frederico de Lacerda, sócio do irmão, o comerciante Antônio Francisco de Lacerda, idealizador da Companhia de Transportes Urbanos, utilizando peças de aço importadas da Inglaterra. As obras foram iniciadas em 1869 e, com os dois elevadores hidráulicos funcionando, em dezembro de 1873 ocorreu a inauguração, com o nome de Elevador Hidráulico da Conceição da Praia. Popularmente conhecido como Elevador do Parafuso, posteriormente seria renomeado como Elevador Lacerda (1896), em homenagem ao seu construtor.

Após a sua inauguração, passou a ser o principal meio de transporte entre a Cidade Alta, onde se encontra o centro histórico, e a Cidade Baixa, local de concentração de atividades financeiras e comerciais em Salvador. Inicialmente operando com duas cabines, atualmente funciona com quatro modernas cabines eletrificadas que comportam 32 passageiros cada uma, com um tempo de permanência de 22 segundos.

Na estrutura inicial os passageiros tinham de ser pesados individualmente, e o peso total dos passageiros a serem transportados era calculado, somando-os até atingir o limite máximo de segurança.

Ao longo de sua história passou por quatro grandes reformas e revisões:
em julho de 1906 para a sua eletrificação;
em 1930 adicionaram-se mais dois elevadores e uma nova torre;
no início da década de 1980 houve uma revisão na estrutura de concreto; e
em 1997 foi feita a revisão de todo o maquinário elétrico e eletro-eletrônico.

A reforma de 1930 conferiu-lhe a atual arquitetura em estilo Art déco. As duas cabines originais foram ampliadas para quatro, sendo que cada uma delas com a capacidade de transportar até vinte e sete passageiros. A inauguração da obra deu-se a 1 de janeiro daquele ano.

Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 7 de dezembro de 2006.

Características:
O Elevador Lacerda tem 191 pés de altura (72 metros) e duas torres: uma que sai da rocha e perfura a Ladeira da Montanha, equilibrando as cabines, e outra, mais visível, que se articula à primeira torre, descendo até ao nível da Cidade Baixa. O elevador mais famoso da Bahia chega a transportar 900 mil passageiros por mês ou, em média, 28 mil pessoas por dia ao custo de quinze centavos de real por passageiro, num percurso de trinta segundos de duração.




(Fonte Wikipédia, Fotos - seleção de fotos do Guia 4 Rodas - Embratur)

quarta-feira, 1 de junho de 2011

SORRIA: Vendedor Baiano


Um baianinho inteligente vindo da roça se candidatou a um emprego numa
grande loja de departamentos da cidade.
Na verdade era a maior loja de
departamentos do mundo, tudo podia ser comprado nessa loja.
O gerente perguntou ao rapaz:
- Você já trabalhou alguma vez na vida?
- Sim, eu fazia negócios na roça.
O gerente gostou do jeito simpático do baiano e disse:
- Pode começar amanhã, e no final da tarde venho verificar como você se saiu.
O dia foi longo e árduo para o rapaz.

As 17:30 o gerente se acercou do novo empregado para verificar sua produtividade e perguntou:
Quantas vendas você fez hoje?
- Uma !
- Só uma?

A maioria dos meus vendedores faz de 30 a 40 vendas por dia.
De quanto foi a venda que você fez?
- Dois milhões e meio de Reais.
- Como você conseguiu isso?!?
- Bem, o cliente entrou na loja e eu lhe vendi um anzol pequeno, depois um anzol médio e finalmente um anzol bem grande.

Daí eu lhe vendi uma linha fina de pescar, uma de resistência media e uma bem grossa, para pescaria pesada.

Eu lhe perguntei onde ele ia pescar e ele me disse que ia fazer pesca oceânica.

Eu sugeri que talvez fosse precisar de um barco, então eu o Acompanhei até seção de náutica e lhe vendi uma lancha importada, de
primeira linha.

Aí eu disse a ele que talvez um carro pequeno não fosse capaz de puxar a lancha, levei-o a seção de carros e lhe vendi uma caminhonete com tração nas quatro rodas.
O gerente levou um susto e perguntou:
- Você vendeu tudo isso a um cliente que veio aqui para comprar um
pequeno anzol?
- Não senhor, ele entrou aqui,
na verdade, querendo um pacote de
modess para a esposa, aí eu falei:
Senhor :

Já que seu fim de semana tá prejudicado mesmo, que tal uma pescaria?'

Tira onda com baiano,tira?!

ESPIRITUALIDADE: A fofoca


Esta arma aniquila qualquer organização social, por mais bem ajustada que possa ser. Ela surge nos ambientes de improviso. Não se sabe de onde ela vem e nunca tem paternidade. Oficialmente não existe. Sua trincheira de luta é sempre a clandestinidade.

Quando ataca, fere, agride, desanima e destrói. Nenhum grupo social está livre da fofoca. E quando ela medra dificilmente será extinta porque quando as providencias combativas chegam, ela já fez o estrago que queria...

Quem administra necessita ter suas antenas vigilantes para flagrar as fofocas em suas origens, a fim de não dar chance de avanço.

É incrível, mas o ser humano está sempre pronto para cuidar da vida alheia. Este foi um vício que foi institucionalizado, pois até as nações já estão fofocando.

Uma historinha sobre fofoca: Numa cidade do interior Lourenço encontrou um dirigente espírita, homem ilibado, trabalhador e muito querido. Todo mundo queria ouvi-lo um pouco mais e como no centro espírita isso era impossível, as pessoas se propunham avistá-lo em sua residência. Ao que, ele diz:

- Isso mesmo passe lá em casa!

Tomaremos um cafezinho e falaremos mal dos outros.

Lourenço ficou preocupado e quis saber do cidadão o porquê dessa resposta e o dirigente completou:

- Olha meu filho, o maior perigo que a humanidade enfrenta é o exercício da língua. A língua é um instrumento perigosíssimo, quando mal aplicado. Deus, conhecendo os perigos da língua, encerrou-a numa caverna (a boca) e colocou uma grade (os dentes). O homem, no entanto, ignora tudo isso e, ante qualquer deslize de seu semelhante, libera a língua e censura o infeliz, sem dó, induzindo as pessoas a fofocarem comigo, fico mais tranqüilo, porque as fofocas que ouço terminam em mim e não vão causar à frente desgostos, terríveis crises, inimizades e quem sabe até crimes...

Arrematando este breve comentário encaixo antiqüíssimo provérbio chinês que diz:

“Antes de colocar a língua em movimento verifique se a mente está engrenada”...

(Carta do Editor, “Correio Fraterno do ABC” nº 387 de abril de 2003)