NOSSOS VIDEOS

Loading...

quinta-feira, 9 de junho de 2011

CIDADÂNIA E JUSTIÇA: Dia dos Namorados: tributos podem representar mais de 78% do preço do presente


A lista dos presentes mais cotados para o Dia dos Namorados também faz a alegria do Leão. Isso porque, na hora de comprá-los, os apaixonados esquecem que em um simples buquê de flores ou mesmo nos tradicionais bombons há incidência de tributos. Por isso, antes de fazer a escolha, é interessante saber qual o percentual que incide sobre cada produto.

De acordo com levantamento do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), a tributação máxima incide sobre o perfume importado é de 78,43%. Considerando a média de preço de R$ 150, mais de R$ 117 vão para os cofres públicos.

Já quem quiser presentear com um perfume nacional desembolsa um pouco menos com os tributos, mas o item também aparece entre os primeiros da lista, com 69,13% de incidência. Por outro lado, o livro é a opção com a menor carga tributária, que, graças a incentivos fiscais, chega a 15,52%.

Mais alternativas
Roupas, sapatos e joias costumam estar entre os campeões da preferência dos casais e apresentam uma tributação menor do que os perfumes. No primeiro caso, o total chega a 34,67% e, no segundo, a 36,17%. As joias, por sua vez, têm mais da metade do seu preço destinada aos tributos (50,44%).

Os eletrônicos também são citados com bastante frequência pelos enamorados, com destaque para os celulares, que carregam 39,8% de tributos. Até mesmo na compra de um cartão para não deixar a data passar em branco, o consumidor depara-se com um percentual de 37,48%

“Com a alta incidência da tributação no consumo de produtos, demonstrar o amor no Dia dos Namorados se torna extremamente caro, o que muitas vezes impede que o consumidor brasileiro compre o que realmente deseja”, destaca o presidente do IBPT, João Eloi Olenike.

Fonte: INSTITUTO DE ESTUDOS DE DIREITOS DOS CONTRIBUINTES

Nenhum comentário:

Postar um comentário